/Afetado pela pandemia, produtor artístico Lázaro da Silva se reinventa como streamer de Free Fire

Afetado pela pandemia, produtor artístico Lázaro da Silva se reinventa como streamer de Free Fire

Produtor artístico Lázaro “Sonic” da Silva encontrou no Free Fire, mesmo que sem querer, a solução para manter as contas em dia

Foto: Divulgação

Durante a pandemia muitas pessoas tiveram que se reinventar para conseguir sobreviver. Profissional de uma das áreas mais afetadas nesse tenebroso período, a de eventos, o produtor artístico Lázaro “Sonic” da Silva encontrou no Free Fire, mesmo que sem querer, a solução para manter as contas em dia.

Reconhecido pela Garena, desenvolvedora do Free Fire, o paulista viu o número de visualizações do seu canal no Youtube aumentar exponencialmente depois de receber o “banner angelical”, uma espécie de selo de verificação dado aos principais influenciadores do jogo, uma virada que deu a ele a possibilidade de viver apenas de streaming.

“No começo era apenas um joguinho, para me distrair com os amigos mesmo. Ficava horas ali jogando, mas com tempo foi se tornando um trabalho. Eu fazia muitas horas de live, não só pelo dinheiro, mas pelo amor de estar ali todos os dias, ver crianças dizendo que viam em mim uma inspiração. Através da minha imagem dentro do Free Fire, patrocinadores passaram a me buscar para divulgar seus produtos nas minhas redes sociais, e foi assim que me mantive durante toda pandemia”, conta o streamer.

Advertisement

O sucesso de suas transmissões é tão grande que Lázaro não descarta a possibilidade de trocar o mundo da música pelo do e-sports de vez. Segundo o produtor de funk, que tem em seu currículo trabalhos para a GR6, famosa produtora do gênero, seu desejo é continuar streamando suas partidas de Free Fire.

“Sou grato a todo tempo que estive no Funk, mas hoje consegui me achar no Free Fire. O e-sports me abriu as portas em um momento muito delicado da minha vida. Hoje consigo pagar minhas contas, investir em mim,  além de poder trabalhar fazendo o que eu gosto e, o mais importante, arrancando sorriso e motivando crianças e jovens a não desistirem de seus sonhos. Free Fire não é somente um ‘joguinho’, como dizem, é um jogo que muda a vida de muita gente; inclusive, mudou a minha”, frisou.

Advertisement