/PUBG MOBILE bane 37 milhões de contas por trapaças no 1º semestre de 2021

PUBG MOBILE bane 37 milhões de contas por trapaças no 1º semestre de 2021

Apenas entre os dias 25 de junho e 1º de julho, o sistema Anti-Trapaça Ban Pan baniu 1.259.457 contas suspeitas, do nível Bronze ao Conquistador

Imagem: Divulgação

Em 2020, a equipe de segurança do PUBG MOBILE encontrou e inutilizou uma média de 300 tipos de trapaças a cada mês. Neste ano, a guerra contra os “cheaters” continuou, com o PUBG MOBILE implementando o Sistema Anti-Trapaça Ban Pan. Além de combater cheats e hacks, o Ban Pan também se tornou uma valiosa arma contra comportamentos tóxicos e impróprios que prejudicam o ambiente de jogo.

Através da área “Banir” dentro do PUBG MOBILE, o jogador consegue acessar a Zona Segura e ver o replay de sua morte pela ótica do rival. Isso permite identificar possíveis manipulações que podem ser denunciadas. Também é possível se tornar um investigador, ajudando nas denúncias contra trapaceiros. Você pode acompanhar o passo a passo de como se tornar um investigador aqui.

A equipe de segurança do PUBG MOBILE baniu, só em 2021, 37 milhões de contas trapaças. Veja abaixo os principais motivos de banimento:

  • Hacks de mira automática (23%)
  • Hacks de visão de raio X (22%)
  • Hacks de velocidade (17%)
  • Modificação do modelo do personagem (16%)
  • Modificação de dano de área (9%)
  • Advertisement
  • Outros motivos (9%)

PUBG MOBILE se esforça para oferecer a todos os jogadores um ambiente de jogo justo e equilibrado, e a Zona Segura possibilitou que a própria comunidade ajudasse nas denúncias contra as trapaças e a proteger o jogo.

Além do Ban PanPUBG MOBILE implementou em seus campeonatos oficiais o Sistema de Banimento Competitivo para garantir uma experiência de gameplay justa em todos os torneios. Esse novo sistema global detecta jogadores que prejudicam a integridade das competições e distribui punições de acordo, incluindo banimentos permanentes para jogadores que utilizarem programas de trapaças nos campeonatos.

Advertisement